Monday, February 5, 2018

Quanto é cada ponto na carteira para cada tipo de infração de trânsito? Atualização do Detran

Além de marcar a velocidade máxima legal a que pode levar um condutor, sinais (tanto estáticas como iluminação) indicam as prioridades de passagem no cruzamento das vias, e não respeitar isso também pode resultar em perda de pontos. No segundo escalão de gravidade, de quatro pontos por infração, a DGT estabelece as sanções emitidas por não respeitar as prioridades de passagem. Isso inclui avançar um sinal vermelho, não parar perante o sinal de stop, ou não respeitar a prioridade de passagem.





Em um mesmo dia, A regra geral indica que o condutor não pode perder mais de oito pontos em um mesmo dia... mas pode haver exceções. Certas infrações graves podem implicar a perda de todos os pontos de golpe, como seria o caso de acumular várias sanções por condução com taxa de álcool não permitidos ou sob efeito de outras drogas, recusar-se a submeter-se aos testes de álcool e drogas, exceder em mais de 50% da velocidade autorizada ou condução manifestamente improcedente.

Essas infrações, bem como outras do estilo da excessiva ocupação do veículo, circular em sentido contrário, a participação em corrida não autorizada ou o descumprimento dos tempos de direção e descanso obrigatórios (no caso de motoristas profissionais) podem implicar a perda de mais pontos de oito mencionados, inclusive a retirada automática da licença de condução.

Quantos pontos resta cada infração? Em seguida, reproduzimos todas as sanções que envolvem perda de pontos, bem como o seu montante e descrição. Você também pode consultar a informação no site da DGV. Seis pontos Álcool: taxa superior a 0,50 mg / l no ar aspirado. A taxa é de 0,3 para motoristas iniciantes e profissionais.

Drogas: dirigir sob efeitos de entorpecentes, psicotrópicos, estimulantes e substâncias de efeitos análogos. Condução imprudente. Se recusar a passar os testes de detecção de álcool ou drogas. Velocidade: as faltas consideradas mais graves. Consulte a tabela da DGT. Profissionais: exceder em mais de 50% dos tempos de condução, ou não, respeitar -na mesma proporção - os de descanso.

No comments:

Post a Comment